Posts Populares

Popular Posts

Postado por: Vinícius Dutra sábado, 20 de fevereiro de 2016


*No último capítulo anterior de Clark Adventures:

???: Então consegui sua atenção! – Disse o homem.
???: Conseguiu, Marvin! – Respondeu o homem sério.
Math: Parece que eles se conhecem. – Cochichou Math para Bonnie.
Bonnie: E parece que é a longa data! – Disse ela.
Marvin: Sim Bonniezinha! Eu e seu papai nos conhecemos muito bem. – Gritou Marvin.
Math: Papai? É o que estou pensando? – Disse Math surpreso.
Bonnie: Acho que é isso mesmo, Math! — O Herói é meu p-pai? – Gaguejou Bonnie.
Meyer: Me desculpe! – Disse o homem retirando a máscara e revelando sua verdadeira identidade.
Bonnie: Papai, como pode mentir para mim? – Indagou a menina chorando.
Meyer: Por favor, me entenda! – Respondeu.
Bonnie: Não! Me deixe em paz. – Gritou a menina correndo do local, Pikachu foi logo atrás.
Math: Não, Bonnie volte! – Gritou.
Marvin: A por favor, isso é tão patético. – Berrou o homem. — Tome está droga de Pokémon, na próxima será mais divertido. – Disse Math libertando Sandile.

O Pokémon rapidamente corre para o colo de Math, que lhe abraça apertado.

Math: O meu deus, que bom estar com você amigo.
Marvin: Você deveria me agradecer. – Gritou.
Meyer: Cale-se Marvin, agora dê o fora daqui!
Marvin: Com prazer! Hahahaha

Marvin arremessa uma bola de fumaça no ar, e após o efeito que durou longos segundos, Blastoise e ele haviam desaparecidos.

Math: Voltem todos! – Ordenou Math a seus Pokémon.
Meyer: Meu sobrinho, me desculpe, por favor. – Implorou o homem chorando.
Math: Desculpas? O senhor é um herói para mim, é um ídolo! Acho que deves pedir desculpas a sua filha

Meyer: Tem razão é isso que irei fazer! – Disse o homem enxugando suas lágrimas com a mão.

*Um dia após se despedir de Diantha, Clark agora se encontra um Pokémon Center isolado, no meio de uma vasta floresta.

Clark: Bom dia, Nurse Joy! – Cumprimentei a moça.
Nurse Joy: Bom dia! – Disse sorrindo. — Conseguiu dormir bem? Pois aquele colchão é bem duro!
Clark: Consegui sim! Um colchão é melhor do que dormir no chão. –  Eu Disse rindo.
Nurse Joy: Isso é verdade! E para onde vai agora? – Indagou a moça.
Clark: Para a Lumiose, o ginásio de lá é o meu grande foco! – Respondeu o menino, seu olhar estava sério.
Nurse Joy: Uma dica! Se deseja desafiar o ginásio de Lumiose, aconselho treinar bastante e pegar outros Pokémon, a líder é bem forte! Não dará o braço a torcer. – Comentou.
Clark: Bom saber, isso me dará algumas ideias.
Nurse Joy: Antes de ir tome um café bem reforçada, está tudo na cozinho. – Avisou ela. — Agora me de licença, irei ajuda o Wigglytuff lá dentro. Até!
Clark: Ok! Até! – Despediu-se. — Tenho certeza que o Riolu vai adorar comer um pão quentinho e eu tamb....  – Dizia Clark ao ser interrompido pelo barulho da porta do Pokémon Center batendo. — Ham o que foi isto? – Indaguei a eu mesmo.
 ???: Por favor, me ajude! – Gritou uma voz feminina entrando no local.
Clark: Ham? O que foi? – Perguntei sem entender.
???: Só venha comigo! Lhe explicarei no caminho. – Respondeu a menina puxando Clark.
Antes que Clark pudesse responder algo, a garota o puxou rapidamente para fora do Pokémon Center.
Clark: Ei, para! Por favor! – Gritei. — Pode me dizer quem é você e porque está me arrastando? – Indaguei a menina.
???: Tudo bem, mas temos que ser rápidos. — Me chamo Lua e estou em apuros! – Respondeu a menina segurando a mão de Clark.
Clark: Prazer, sou Clark! Como assim apuros? – Perguntei.
Lua: Eu e o meu amigo Fletchling estávamos treinando aqui perto, quando de repente um bando de Pidgey e Pidove nos atacou, como eu não tenho experiência de batalha, todos eles nos atacaram e levarem meu amigo. – Respondeu ela com os olhos cheios de lágrimas.
Clark: Que estranho? Por que será que levaram seu amigo? – Comentei.
Lua: Também não sei! Mas, por favor venha comigo.
Clark: Ok! Vamos.

Clark seguiu Lua até o local onde, o Pokémon da menina havia sido pego. Clark e Lua procuraram Fletchling pela redondeza, porém nenhum vestígio foi encontrado.

Lua: E agora? O que eu faço? – Indagou Lua a si mesma.
Clark: Já sei! – Eu disse com um grito involuntário.
Lua: O que? Me diz por favor. – Disse a menina quase implorando.
Clark: Tem algo que pertence ao Fletchling? – Perguntei.
Lua: Sim, tem uma pequena gravata dele. – Respondeu ela. — Tome. – Disse logo após dando a gravata para Clark.
 Clark: Ótimo! Riolu saia! – Eu disse retirando Riolu da Pokéball.
Rioo-luuu
Lua: Pode me explicar sua ideia? – Perguntou a menina sem entender.
Clark: Uma vez ouvi que o Riolu pode achar um Pokémon ou uma pessoa, pela sua aura. – Respondi! — Talvez, ele ache o Fletchling pela gravata.
Lua: Entendi! É uma ótima ideia. – Comentou.
Clark: Riolu, tente encontrar o Fletchling por essa gravata, ele pode estar em apuros. – Eu disse sorrindo e entregando a gravata para Riolu.
Riii-ooo-luuu
Riii-oo-luuuu

Riolu segura a grava bastante firme, fecha os olhos e se concentra. Segundos depois, o Pokémon se viu cercado por uma luz de aura azul, e após abrir seus brilhantes olhos, o Pokémon começa a andar e adentrar mais na floresta.

Lua: Ham? Clark, para onde ele está indo? – Perguntou a menina intrigada.
Clark: Suponho, que ele deve ter encontrado a aura do Fletchling, temos que ir. – Respondeu Clark enquanto começa a correr.

*O ambiente muda mostrando a cidade de Lumiose, a cena foca no ginásio da cidade, e mostra Bonnie batalhando contra uma menina.

Kris: Achei que a líder de ginásio de Lumiose, era mais forte, percebi que não! Fletchinder use o Flamethrower!


Fleethciiiiii

Bonnie: Oh não! Dedenneeeeeeeee! – Gritou Bonnie.

Dedeee
Clembot: Dedenne está fora de combate, a vitória vai para Kris e Fletchinder, os desafiantes. – Anunciou.
Kris: Isso! Eu sabia que conseguiria. – Comemorou a menina. — Flethchinder volte!
Bonnie: Obrigada amigo! Volte. – Disse a ela triste. — Parabéns Kris, tome a insígnia e continua assim, sempre forte!
Kris: Obrigada! Farei o meu melhor!

Bonnie e Kris se despedem, a menina sai do ginásio e Bonnie se dirige até a arquibancada e senta.

Bonnie: Que droga! Eu não perco uma batalha a muito tempo. – Diz a garota em voz alta. — O que eu faço? – Se pergunta com voz de choro.
Meyer: É parceira, as vezes é necessário perder. Sentir o gosto da derrota é ruim, porém nos ensina a sempre melhorar e evoluir. – Diz Meyer se aproximando e sentando-se ao lado da menina.
Bonnie: O que faz aqui? – Indagou.
Meyer: Vim lhe fazer companhia e esclarecer algumas coisas. – Respondeu.
Bonnie: Só me diz porquê? Por que escondeu que era o herói de Lumiose? – Perguntou ela com lágrimas nos olhos.
Meyer: Filha, eu apenas não sei, não sei! No início pensei que seria melhor esconder. – Respondeu.
Bonnie: Para todo garotinha seu pai é um herói, e nesse caso eu seria muito feliz. – Disse ela alternando emoções de riso e choro.
Meyer: Me perdoa? – Perguntou.
Bonnie: É...é! Claro! Você é meu pai e te amo. – Responde ela abraçando seu pai.
Meyer: Também te amo, parceira! – Disse o homem apertando sua filha.
*O ambiente muda mostrando Clark, Lua e Riolu se escondendo atrás de um arbusto, eles observavam vários Pidgey e Pidove, os Pokémon estavam em círculo e no meio dele estava Fletchling, todo encolhido e com medo.
Lua: Olhe! É ele, meu Fletchling. – Disse Lua quase gritando.
Clark: Xiiiii! Eu vi, por favor fale baixo. – Sussurrou o menino.
Lua: Ta, tá! O que faremos agora? – Indagou.
Clark: Vamos ver o que eles irão fazer! – Respondeu.
Após a fala de Clark, todos os Pokémon ficam em silêncio, uma grande sombra surge no alto de uma árvore, logo a sombra revela ser um Pidgeotto.
Clark: Que legal! Pidgeotto, nunca vi um Pokémon de Kanto. – Disse o garoto maravilhado.
*O ambiente focaliza em Pidgeotto.
Pidgeotto: Irmãos de asas, atenção! Hoje daremos início ao ritual de iniciação, do primeiro Fletchling do bando. – Disse o Pokémon abrindo suas asas.
Pidoooooveee
Piiidgeee
Pidgeotto: Calados! Hoje ficaremos mais fortes, voadores unidos! – Gritou o Pokémon.
*O ambiente muda mostrando Lua e Clark.
Clark: Ele fala, é inacreditável! Sabe quanto é raro isso? – Disse Clark chocado.
Rioo-luu
Lua: Estou C.H.O.C.A.D.A! Ele falaaaaaaaaa! – Gritou a menina.
O grito de Lua fez com que todos os Pokémon ouvissem e eles fossem revelados, sem menos esperarem um Air Cutter surgiu e acabou com a moita, onde eles se escondiam.
Pidgeotto: Temos intrusos em nossa floresta! Ativar proteção! – Gritou o Pokémon.
Fleeettt – Gritou Fletchling para Lua, logo depois o Pokémon levantou voo e foi na direção de sua amiga.
Fletchliiiing
Lua: Vem amigo! Voe! – Gritou a menina para ele.
Pidgeotto: Alguém o pegue! – Gritou!
*Antes que Fletchling pudesse chegar a Lua, um pequeno Pidove, que parecia estar triste, entra na frente de Fletchling.
Pidgeotto: Vamos! Ataque!
Lua: Por favor, Pidove, não faça isso! Fletchling não tem experiência com batalha!
Pidgeotto: Ande, ataque – Gritou novamente.
Pidooovee– Disse Pidove usando o Wing Attack!


Sei que o Quick Attack, mas estou usando como se fosse Wing Attack! Use a imaginação

Lua: Fletchling desvie!

*Quando Pidove estava prestes a atingir Fletchling, Jack saltou e entrou na frente do Pokémon, e acabou sofrendo o ataque. Antes que Pidove pudesse fugir, Clark agarrou ele e Fletchling e correu.

Clark: Vem, Lua! Corre! – Gritei desesperado.
Riolluuu
Pidgeotto: Voltem aqui! Peguem-nos.
Lua: Parem, por favor! – Gritou Lua.

*Todos os Pidgey e Pidove usarem seus Gusts, fazendo Clark com Fletchling e Pidove decolarem para longe.

Clark: Aaaaaaaaah! – Gritei ao ser jogado para longe.
Lua: Não! Clark volte aqui! – Berrou a menina.
Pidgeotto: Os encontrem, seus idiotas inúteis. – Ordenou Pidgeotto.

Os Pokémon levantam voo.

Lua: Calado seu idiota, não viu o que fez. — Vem Riolu, vamos encontrar o Clark.
Lu-Riooo-lu                                                             
*O ambiente muda mostrando Clark caído do lado de fora do Pokémon Center.

Clark: Ai, que queda! Vocês estão bem? – Indaguei.
Fleeetch
*Pidove ao invés de responder se afastou e se contrai perto de um arbusto.

Clark: Acalme-se, não precisa se esconder, não lhe machucarei. — Vejo algo diferente em você, você é um Pokémon bom. – Eu disso sorrindo para Pidgeotto e pegando Fletchling no colo.
Piiiidoo – Disse Pidove se aproximando de mim.
Clark: Isso, isso. Venha aqui. – Disse pegando Pidove também no colo.
Clark entra no Pokémon Center e explica a Nurse Joy todo o ocorrido, ele deixa os Pokémon com ela.
Nurse Joy: Fique calmo! Eles ficaram bem.
Clark: Precisamos dar um jeito naqueles Pokémon, principalmente o Pidgeotto. – Alertei.
Nurse Joy: Não se preocupe, eles ladram, mas não mordem. Os bandos dos tipos voadores vivem fazendo isso, é uma maneira de protegeram a floresta onde vivem. – Explicou a Joy.
Clark: Sério? Então quer dizer que é comum? – Perguntei.
Nurse Joy: Mais é claro! Logo, logo sua amiga estará aqui! – Respondeu.
Clark: Ótimo! Mas mesmo assim irei atrás dela e do Riolu, eles podem se perder. – Comentou.
Nurse Joy: Claro, como quiser.
Clark ficou vários minutos pelas redondezas procurando Lua e Riolu, quando estava já cansado e prestes a desistir, o menino encontra seus amigos quase rastejando de tão cansados.
Clark: Nossa! Como é bom vê-los. — Me desculpe ter demorado encontrá-los.
Lua: Tudo bem, pelo menos fugiu! – Disse Lua sorrindo.
Rioo-luu
Clark: Vem aqui amigão. – Eu disse pegando Riolu no colo.
Lua: Vamos pessoal, estou doida para ver o Fletchling. – Disse Lua sorrindo novamente.

*Todos se dirigem para o Center Pokémon, Clark, Riolu e Lua devido ao grande cansaço, dorme a tarde inteira e só acordam bem de noitinha. São surpreendidos pelo barulho do anuncio da Nurse Joy.

Nurse Joy: Clark e Lua seu Pokémon estão curados! – Anunciou.
Lua: Ham? O que houve? – Perguntou.
Clark: Pidove e Fletchling estão recuperados! Vamos lá!

*Os dois se dirigem até o balcão.

Lua: Chegamos! – Gritou.
Nurse Joy: Olá jovens, aqui estão seus amigos. – Disse Joy colocando Pidove e Fletchling no balcão.
Lua: Oh meu amiguinho, como está? – Perguntou a menina, pegando-o no colo logo depois. — Certo, venha aqui vamos comer. – Disse ela se dirigindo até a cozinha.
Clark: E aí está você, Pidove! Creio que deseja voltar para seus amigos, estou certo? – Perguntei.
Piiii-doooo-veee - Disse o Pokémon balançado a cabeça para o lado, sinalizando que não.
Nurse Joy: Acho que a resposta é não! – Disse Joy sorrindo para mim.
Clark: E então? Para onde irá? – Perguntei.
Nurse Joy: Clark, acho que ele sabe para onde quer ir! – Disse Joy.
Clark: Sabe? Onde? – Indaguei novamente.
Nurse Joy: Ele quer ficar com você! – Respondeu. — Você, o tirou das “garras” do Pidgeotto, literalmente! – Disse rindo.
Clark: É isso, Pidove? – Perguntei com o olhar fixo sobre o Pokémon.
Pidooove. - Afirmou o Pokémon com a cabeça.
Nurse Joy: Acho que ele é seu novo Pokémon. – Disse ela sorrindo para mim.
Clark: É acho que sim! – Disse gritando. — Venha Pidove vamos comeeeeeer. – Eu disse pegando Pidove e o levando até a cozinha.

E assim Clark conhece Lua e consegue seu primeiro Pokémon, o Pidove. Riolu já dá indícios dos poderes de sua aura. Bonnie e Meyer finalmente se entendem, ele é reconhecido como herói. Mas a partir de hoje, o que o destino aguarda para Clark? Ele e Lua continuaram juntos? Pidove e Riolu se darão bem? As respostas só o destino dirá.

 Obs: Olá pessoal, me desculpe demorar a postar o capítulo, na minha cidade choveu muito e fiquei sem internte. Só consegui postara agora.. 







{ 1 Comentários... read them below or add one }

  1. Voltei! Fiquei fiel viu? Capítulo grande novamente, amo isso <3 .. Amei o aparecimento de uma nova pessoa, a Lua promete, quero romance dela com o Clark, tivemos os acerto entre BONNIE e seu pai e a captura do primeiro Pokémon de clark, mesmo eu preferindo captura com batalha..

    Bjs de gloss com glitter.
    Ass: Merry-chan

    ResponderExcluir

- Copyright © 2009 PokéStorn Plus - Plataforma Blogger - Designer Johanes Djogan