Posts Populares

Popular Posts

Postado por: Gabriel Araújo sábado, 19 de março de 2016



Os Contos de Dragões:
   Livros antigos diziam que o mundo que vemos hoje foi construído por três criatura lendárias, sendo três dragões diferentes. Lyron, foi o guardião do continente de Nedae, ele era o menor dos três, porém o mais calmo. Gyron, o dragão guardião do continente de Varmath, era o maior entre os três, e também o mais forte, porém sempre age pelo impulso. E por fim, Syron, era guardiã do continente de Chriscia, era também a única fêmea, a mais calma e também a mais cuidadosa. Juntos, seus espíritos protegem os vales cercados pela imensidão do oceano lírico.

Capítulo 7 - Olhos Amaldiçoados Parte 2

   Após entrarem no vale da morte, Danlac, Wendy e George seguem ao norte, em busca do seu primeiro adversário, o híbrido de Ogro e Ciclop, Mognaz. Após algum tempo andando pelo deserto eles veem uma muralha gigante formada por montanhas, porém com uma grande rachadura, algo com cerca de trinta metros de largura. A muralha era tão grande que as nuvens impediam a visão do topo. Ao atravessarem a rachadura, onde o caminho media cerca um quilômetro e meio, eles sentem um tremor no chão, forte o suficiente para rachar uma parte do chão, o que já havia acontecido. Quando conseguem enxergar, eles avistam o seu alvo, um ciclope gigante, que carregava uma vaca em sua mão direita, e um porrete na mão esquerda. Logo, olham para o local onde se dirigia o gigante, e avistam um grande caverna, em volta, haviam esqueletos de vacas por todo lado. Danlac avista um rato correndo em direção contrária, e quando vira, ele encontra outro esqueleto. Esse, na verdade, estava do outro lado do vale, e parecia ter quase o mesmo tamanho que o gigante. Danlac se aproxima, enquanto Wendy e George se distraem com o tamanho daquele monstro. Quando chega mais perto, percebe que os ossos onde, supostamente seriam as patas ficavam ao lado do corpo, fora, o fato do esqueleto em si parecer mais uma grande serpente. Ao investigar mais um pouco, ele percebe que aquelas patas, na verdade, pareciam asas, porém, não teve muito tempo para investigar, a carne daquele outro monstro já estava quase completamente descomposta, e o cheiro podre dali era enorme, então Danlac resolve voltar a se juntar com seus companheiros. Eles ficam aterrorizados.

-Nós nunca vamos derrota-lo. Lamenta Wendy.
-Eu não vou desistir da minha irmã por conta da covardia de vocês. Danlac se exita, e fica nervoso com Wendy e George. Ele sai correndo em busca do gigante.
-Volta aqui Danlac! Grita Wendy desesperada, em seguida corre atrás do garoto.

   George vai atrás deles, sacando sua espada, ele sabia que os três não tinham o mínimo de chance de vencer. Mas o perigo ainda estava por vir, o gigante se vira e consegue ver os três correndo em sua direção. O monstro ataca-os com o porrete, e uma rachadura se abre no chão. Wendy e George se jogam e acabam caindo ao lado esquerdo, porém, não conseguiam ver onde estava Danlac. Ao olharem em direção ao porrete, estava lá, Danlac escalando aquele grande monstro. O monstro o eleva ao ponto do seu rosto, em seguida começa a olhar fixamente Danlac, como se estivesse hipnotizado. Danlac fecha os olhos, e logo, uma lágrima de sangue cai de seu olho direito. Um brilho forte seguido de uma aura formada por fogo emite de seu corpo, assim, deixando o único olho daquele monstro cego, instantaneamente. Danlac não agia mais da mesma forma, ele parecia possuído por algum espírito, que fez com que uma espada formada por sua aura aparecesse em sua mão esquerda. Ele salta friamente e atinge o olho do gigante, jorrando sangue em uma grande distância. O gigante leva sua mão ao rosto, enquanto Danlac fora de si pula daquela altura, caindo no chão com a astúcia de um felino. Em seguida, ele cai no chão desmaiado, da mesma forma o gigante, porém, por conta de tanto sangue jorrado, ele acaba morrendo ali mesmo. Depois de alguns minutos, Danlac acorda.

-O-o que aconteceu? Pergunta atordoado.
-Você derrotou ele! Responde Wendy ainda sem entender de onde veio tanta força.
-Como você fez isso garoto? Pergunta George.
-Isso o que? Não me lembro de nada depois que vi vocês se jogando para escapar do golpe dele.

   Wendy abraça Danalc, e dá um beijo em seu rosto, como se ele fosse seu irmão mais novo. Ela começa a chorar e o abraça forte. Eles se levantam e vão em direção ao próximo alvo.

Continua...

Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © 2009 PokéStorn Plus - Plataforma Blogger - Designer Johanes Djogan