Posts Populares

Popular Posts

Postado por: Carlos Marino domingo, 8 de novembro de 2015

 Boa Madrugada a todos!
 Como já relatado para vocês, todo sábado agora eu estarei encarregado de postar as histórias mais famosas e aterrorizantes do mundo pokémon; logo depois delas virão algumas exclusivas nossas, garanto que não decepcionaremos.
 Vale lembrar também que caso queiram que eu coloque no blog um creepypasta que nós ainda não tenhamos é só comentar nesse post mesmo, que iremos providenciar

 Antes de começar tenho algumas coisas a dizer. Algumas pessoas se sentem desconfortáveis lendo esses tipos de histórias, por isso, caso se sinta mal, pare de ler imediatamente, não prossiga. Nós não nos responsabilizamos, leia somente se quiser, por vontade própria.


Leia apenas por vontade própria!!

Recomendações:
* Dê play no vídeo, deixando a música em um tom bem suave.
* Deixe a luz apagada caso esteja lendo durante a noite.
Tenham todos.... uma boa leitura...



Eu conheci meu melhor amigo no ginásio. A gente levava os nossos Gameboy's para a escola todos os dias, e um dia sentamos juntos na hora do almoço. Quando eu olhei para ele, percebi que a gente tinha algo em comum, eu tinha a versão Blue e um Venusaur e ele a versão Red e um Charizard. A gente batalhava sempre que podia e nos tornamos grandes amigos. 

Anos se passaram e nossa amizade continuou, sempre jogando Pokémon. Nós jogamos quase todas as versões, e as batalhas entre nós nunca ficavam sem graça.


Quando chegamos à faculdade, nossos caminhos se separaram. Não conversamos muito depois disso, já que a gente tinha uma vida muito ocupada da universidade. Eu ficava meio triste em pensar que talvez a gente nunca mais iria retomar aquela amizade que tivemos um dia. Então, Pokémon Diamond & Pearl foi lançado e nós aproveitamos o interesse pela série para nos unir e se divertir. Todos os dias a gente batalhava e conversava pelo sistema wi-fi do Nintendo DS.

Meu amigo me contou que ele planejava jogar novamente a sua versão de Pokémon Red. Havia se passado três meses após o lançamento de Diamond & Pearl e não jogávamos mais como antes. Eu perguntei para ele, por quê ele queria jogar aquele cartucho velho, sendo que tem tantos novos jogos. Ele me responde: 

" Eu não sei, talvez encontre algo que ninguém jamais encontrou! "

Apesar da minha relutância em jogar minha versão Blue com ele, ele jogou a versão Red mesmo assim. Depois que ele recomeçou sua jornada por Kanto novamente, eu nunca mais falei com ele. Mais um menos dois meses depois, recebi uma ligação do pai do meu amigo.

Mesmo que ele tenha sido um rapaz muito saudável e nunca teve nenhum problema do tipo, ele tinha morrido de convulsão. Ele estava sozinho no dormitório, até que um colega de quarto, que infelizmente chegou tarde demais, o encontrou no chão já morto e estranhamente com seus fones de ouvido. Eu corri sem pensar para ir em ser funeral. O colega dele, que também foi ao velório, me disse que alguns dias atrás ele estava totalmente obcecado no computador, não falava com ninguém, não comia, quase não dormia e quando eu perguntei o quê ele estava fazendo, ele gritou:

" FREQUÊNCIA DE LAVANDER TOWN! "


Meu amigo queria ser engenheiro de som após se formar, e tinha um ótimo talento para sons. Ele podia ouvir sons super baixos enquanto eu não ouvia nada. 

Assim que ele visitou Lavander Town em seu jogo, ele passou o seu áudio para o computador e começou a fazer experimentos nele. Curiosamente, ele se vangloriava de ter encontrado uma cópia perdida da musica que foi retirada da versão final de Pokémon Green, lançada apenas no Japão. Não especificamente falando da versão Japonesa, ele disse a seguinte frase ao seu colega de quarto:

" As frequências dessa música são diferentes, elas se unem de forma especial. "

Eu tive a chance de mexer em seu laptop pela primeira vez, então eu fui checar sua lista de " Atividades Rescentes ". No topo dela eu li lavander.wav, juntamente com várias fotos nossas juntos, eu copiei esse arquivo. Pego na minha tristeza, pela morte do meu melhor amigo, eu ignorei o áudio por algumas semanas antes de escrever isso. De algum modo, eu não sei como, algo tocou em mim e me fez ir mais a fundo no que tinha acontecido com meu amigo.

Eu abri as propriedades do som, sem ouvi-lo. Na seção de descrição, ele tinha escrito a seguinte frase, e foi a partir dai que realmente fiquei assustado:

"Tons biauriculares, eu coloquei as frequências necessárias, eu sei por quê a Cidade de Lavander soa tão triste e eu sei a parte que faltava e que tiraram na finalização do jogo"

Sem entender o sentido daquela frase, eu olhei o arquivo no programa de áudio que ele mais utilizava (ainda sem ouvir) e contei a quantidade de vezes que o arquivo foi ouvido, apenas uma. Eu conversei online com um maníaco por sons na esperança de uma solução para aquilo. Ele me passou um software que analisa o áudio em tempo real, e sim disse que aquilo era tudo que ele podia fazer. Esse vídeo é uma gravação minha tocando o arquivo no programa mencionado, clique aqui para ver.

Eu não ouvi o áudio e provavelmente não ouvirei por dois motivos. Primeiro, ainda estou abalado com a morte do meu melhor amigo e segundo, tenho medo que aconteça comigo o mesmo que aconteceu com ele. Deixo claro que não me responsabilizo por danos, assista se quiser.

THE END!!!



 Bem é isso galera! Até a próxima!
 Nova creepy todos os Sábados!!

Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © 2009 PokéStorn Plus - Plataforma Blogger - Designer Johanes Djogan